Faça parte do melhor curso de Publicidade e Propaganda de SC


Faça parte do melhor curso de Publicidade e Propaganda de Santa Catarina. Infraestrutura, professores com experiência de mercado e bolsas de estudo para auxiliar você a construir a sua história.   Inscreva-se aqui: Indaial: https://portal.uniasselvi.com.br/…/comunicacao-s…/presencial Blumenau: https://portal.uniasselvi.com.br/…/comunicacao-s…/presencialial Informações: Fale com (..) Leia mais.

Cannes Lions Road Show 2017: Criatividade, novas perspectivas e muita inspiração. Edição Blumenau / UNIASSELVI


01/agosto/2017 Fontes: Acontecendo Aqui  SINAPRO/SC   O projeto do Sinapro/SC está percorrendo o interior do Estado para mostrar os destaques da última edição do maior festival de publicidade e comunicação do mundo, o Cannes Lions.   A etapa (..) Leia mais.

Nosso curso é destaque no INTERCOM SUL 2017


  17/jun/2017   O curso de Publicidade e Propaganda da UNIASSELVI conquistou um prêmio no mais importante evento acadêmico de comunicação da região Sul do Brasil, a Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom Sul). Mas (..) Leia mais.

Palestra: Comunicação Multimídia com profissionais do Grupo RBS


Blumenau 30/05/2017     Os acadêmicos do nosso curso, na noite de ontem (30/maio), tiveram a oportunidade de aprofundar os conhecimentos adquiridos em sala na disciplina de Mídia, com a presença de três profissionais do (..) Leia mais.

Maio Amarelo: Curso de Publicidade e Propaganda da FAMEBLU/ UNIASSELVI criam vídeos de conscientização para PRF


      Acadêmicos do curso de Publicidade e Propaganda da UNIASSELVI de Blumenau, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF/Blumenau), produziram vídeos de conscientização para reforçar a campanha do Maio Amarelo, que serão (..) Leia mais.

Geral

PEP UNIASSELVI conquista 2 prêmios na Expocom Sul 2012

Postado em by Prof Márcia em Geral, Prêmios | Deixe seu comentário  

Acadêmicos do curso no Intercom Sul 2012.

Faturamos dois primeiros lugares no principal evento acadêmico de comunicação do Brasil, a Exposição da Pesquisa Experimental em Comunicação (Expocom), em sua etapa Sul. Uma comitiva de 30 acadêmicos e três professores esteve em Chapecó/SC, no evento sediado pela Unochapecó, entre os dias 31 de maio e 02 de junho, participando das atividades do XIII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, promovido pela Sociedade de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom).

As premiações foram obtidas nas modalidades Jingle e Embalagem e disputarão a etapa nacional em Fortaleza, no mês de setembro. Com esta importante classificação, o curso se destaca como o mais premiado em Publicidade e Propaganda de Santa Catarina.

Além da premiação, os acadêmicos da UNIASSELVI subiram ao palco do bloco R3 da Unochapecó e animaram a tarde do Intercom Sul, com violões, percussão e boa música. A iniciativa, que reuniu acadêmicos de todas as universidades presentes, foi notícia no site oficial do evento: http://apps.unochapeco.edu.br/intercomsul/?p=1695

 

Galera PEP UNIASSELVI mandando ver com boa música. Foto: Diogo Schimitz.

Modalidade: Jingle

Título: Voto responsável

Acadêmico: Edézio Domingos dos Santos

 

Acadêmico Edézio dos Santos (PEP 17) recebendo o prêmio na modalidade JINGLE. Foto: Diogo Schimitz

 

Confira aqui o jingle premiado: VOTO RESPONSAVEL 001 MIX

 

Modalidade: Embalagem

Título: Car Trash

Acadêmico: Tiago Celeste Bonetti

 

Acadêmico Tiago Celeste Bonetti (PEP 15) premiado na modalidade EMBALAGEM. Foto: Diogo Schimitz.

 

Embalagem Car Trash

 

 

10º ECOM da UNIASSELVI encerra com Carlos Righi, premiado Diretor da Fulano Filmes, com o tema “Da Criação à Produção”

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral | Deixe seu comentário  

O último dia do ciclo de palestras da 10ª edição do ECOM da UNIASSELVI encerrou com  tema voltado para o campo da produção publicitária, com suas nuances e diversos VTs de campanhas realizadas pelo palestrante, desde a criação até a sua produção.

 

Sobre o palestrante

Formado em Publicidade e Propaganda pela FAAP. Foi redator na MPM, Young & Rubicam e DPZ. Diretor de Criação da Carillo Pastore Euro RSCG, da QG e da Giacometti. Fez campanhas para Fiat, Walita, Lever, J&J, Hering, Knorr, AT&T, Varig, Bosch, Itaú, Coca-Cola, Credicard, Avon, Kaiser, Brahma, Embratel, Philips, Lojas Marisa. Já ganhou prêmios em todos os festivais brasileiros e nos principais festivais internacionais. Foi jurado em diversos festivais, incluindo CCSP, Fiap (Argentina), El Sol (Espanha), Sinos (Portugal), Achap (Chile), Caracol de Plata (México), Tocororo (Cuba) e Profissionais do Ano (Rede Globo). Já fez palestras em Portugal, Peru, Equador e Cuba. Ex-Presidente do Clube de Criação de São Paulo, eleito em 2001 e reeleito em 2003. É membro do board do New Yook Festival Film & Video Awards, faz parte da diretoria da APRO e da APP. Em 2004 virou sócio da TvZERO, uma das mais importantes produtoras de cinema do Brasil. Em 2007 comprou, junto com sua sócia Krysse Mello, a área de publicidade da TvZERO. Nasceu assim a Fulano Filmes e, logo depois, a Beltrano Digital, a Beltrano Musical e a Sicrano Post.

 

Palestra

Carlos iniciou sua palestra, propondo um bate-papo, mais do que uma palestra. Trouxe vários filmes de sua produtora, referindo às campanhas que produziu recentemente. Sua proposta foi de passar os vídeos e comentar a respeito de cada campanha.

Iniciou com três filmes publicitários produzidos para a Kaiser (cujo jingle ficou bastante popular). Bem humorados, bem estruturados e com muito trabalho de produção e pós-produção. Na sequência, passou mais três VTs da campanha realizada para a Bavária Premium.  A marca registrada em todas as produções foi o bom humor, algo que é característico no brasileiro. Carlos abriu às perguntas ao público em meio às apresentações dos VTs e explicou que os diretores, nessas produções, participam ativamente e contribuem sobremaneira para a consecução do VT. Os roteiros que a produtora de Carlos recebe geralmente vem de forma simples, abertos a serem trabalhados pela produção.

Continuando, apresentou mais cinco VTs agora para uma campanha da Nova Schin, que ficaram famosas no país (cervejão), bem como da Brahma (futebol é coisa de brahmeiro) e da Brastemp (descubra seu lado B). Carlos foi questionado pelo público, curioso em saber dos detalhes, acerca dos bastidores, da casting, figurino, storyboard, entre outros.

Carlos disse que hoje é mais difícil aprovar boas ideias e o valor das produções está mais elevado. Afirmou que as produções não precisam ser necessariamente grandes, mas que devem ser bem feitas e bem estruturadas. Nos roteiros das agências é fundamental que estes entusiasmem a produtora, o diretor, enfim, toda a equipe de produção. A diversão e a boa montagem do cenário é essencial para se obter um resultado legal. Para ilustrar o que disse, Carlos passou três VTs da campanha feita para a Ipiranga (apaixonados por carro) e da Net (o mundo é dos nets). Na Fulano Filmes, Carlos tem cinco diretores, e a maioria opta por filmes que tenham conteúdo bem humorado. A especialidade da produtora de Rigui é comercial e não ‘longas’.

No que se refere aos custos, o palestrante desabafou dizendo que está complicado, pois os clientes não querem pagar o valor das produções, pois eles ainda não aceitam que propaganda não é gasto, mas sim investimento.

Para encerrar, Carlos passou quatro VTs da campanha feita para a Globo.com (o porquinho de moedas, que ficou famoso no país), deixando o recado de que uma ideia criativa, uma produção bem feita, uma boa locação, uma equipe coesa e determinada, aliado a um toque de humor são os melhores ingredientes para uma campanha de sucesso.

 

Apoiadores e patrocinadores

A décima edição do ECOM contou com patrocínio da Ativa Comunicação, Brava Propaganda, FIAT Rivel, Grupo Rede Signs, Kryohunter Comunicação, Olho d’água, Polly Formaturas, Singular Comunicação e RIC TV Record Blumenau. Foram apoiadores do evento: Gráfica 3 de maio, Grupo A Força do Rádio (rádios Clube, Nereu Ramos e 90 FM), Haco Etiquetas, Made in Brazil Agência de Ideias, Núcleo de Mídia Exterior, Sou Digital, Thapyoka Bar e Restaurante, 3 por 9 Comunicação Visual e portal Acontecendo Aqui. Nosso muito obrigado a todos!

 

Agradecimentos

O Prof. Deivi Eduardo Oliari, Coordenador do Curso de Publicidade e Propaganda da UNIASSELVI, agradeceu a presença de todos, especialmente de mais de 30 alunos da Unisul, que vieram de Florianópolis para a noite de hoje, bem assim a todos os que participaram e contribuíram, direta ou indiretamente, com seu trabalho, suas ideias, apoio e otimismo para a realização deste evento e o sucesso que ele representou. Agradeceu ainda a cada aluno e professor do curso, que deu um pouco de si para realizar um evento dessa magnitude. Frisou que “os alunos são o combustível que nos alimenta para a realização desse evento”.

Obrigado, parabéns a todos e até o próximo ECOM!

 

Confira aqui o Momento ECOM que encerra o evento de 2012 e veicula na RIC TV Record de Blumenau: 

 

Carlos Righi: diretor da Fulano Filmes

 

Palestra "Da criação à produção"

 

Movimentação no hall de entrada do evento

 

Equipe de vídeo mandando ver

 

Equipe de organização e apoio do ECOM 2012

Texto: Mauro Celso de Aguiar.

Revisão: Márcia Annuseck. 

Fotos: Felipe Colvara e Equipe NACOM.

3a noite do ECOM trouxe um único tema e dois grandes nomes para palestrar sobre “Como o mercado digital está revolucionando a comunicação”.

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral | Deixe seu comentário  

A rápida modificação do mercado de comunicação, estabelecida pela digitalização, com novas e avançadas tecnologias foi o tema abordado pelos dois palestrantes que compareceram e novamente lotaram o Teatro Da Vinci em Indaial.

 

Sobre os palestrantes

Maureen Gonzales é formada em Relações Públicas pela ECA USP e em Publicidade e Propaganda pela Universidade Metodista. Maureen é Diretora de Digital na Lew Lara\TBWA com passagem pela Wunderman, Leo Burnett e AgenciaClick, tendo atendido clientes como Nissan, Danone, Nokia, BR foods, Xerox, Emirates, Liberty Seguros, Shopping Morumbi e Samsung.

Fabiano Cruz é formado em Artes Visuais e Processamento de Dados. Foi diretor de arte pelo CITS, DBK e OpusMúltipla Comunicação Integrada, onde também atuou como diretor de criação em comunicação digital. Já foi jurado no Festival do Anuário do CCPR e do Fórum Mundial de Comunicação Social. Conquistou importantes prêmios, com destaque para o de Profissional de WEB pelo CCPR no 3º e 5º anuário, TAAN (Transworld Advertising Agency Network), ABEMD (Associação Brasileira de Marketing Direto) e Colunistas Paraná e Brasil. Atualmente é diretor presidente da HouseCricket Digital&Direct, empresa do Grupo OM de Comunicação Integrada, atendendo clientes como O Boticário, Condor, Docol, Editora Positivo, Embraer, Grupo Lunelli, Masisa, Subway, Tyson Foods e Mueller.

 

1ª Palestra

Maureen iniciou a palestra afirmando: “Você tem que amar o que faz”. Interagiu com a plateia, abrindo ao público um pouco de sua vida pessoal. Referiu que, com o digital, abriu-se oportunidade de comunicar-se, de dialogar melhor com o consumidor. Isso fez com ela partisse para essa área em sua carreira. A tecnologia mudou a forma de comunicação e mudou o perfil do consumidor, pois ele não é mais passivo e sim ativo na comunicação, ele responde às iniciativas. As empresas que não estão conectadas digitalmente estão à margem do mercado e do consumidor.

Maureen trouxe três cases. O primeiro relata o caso de um cantor country americano, que teve sua guitarra quebrada num vôo da United e não foi ressarcido. Em forma de um bem humorado protesto, ele criou um clipe musical e postou nas mídias sociais obtendo grande repercussão. O segundo case foi da Best Buy, que por sua vez utilizou-se dos recursos das redes sociais para seu atendimento SAC, com respostas rápidas. E o terceiro é da EA Sports, canal americano de esportes, que se aproveitou de um momento negativo a seu favor, ou seja, um erro num tape com Tiger Woods foi transformado em um ponto forte da imagem do jogador em um VT promocional.

A palestrante afirma que “o diálogo deve ser contínuo para ser duradouro”. E deve-se tentar várias formas para manter esse diálogo. Relata o case da Domino’s Pizza que criou um aplicativo para o Ipad a fim de que o cliente pudesse montar sua própria pizza e acompanhá-la desde o forno até a entrega em sua casa.

Um dos clientes da Lew Lara\TBWA é a Nissan. Com o case dos Pôneis Malditos, criaram um aplicativo para o Facebook, e em poucas semanas cresceram de 1.000 para 70.000 acessos. No YouTube foram milhões de acessos.  O importante no investimento de mídia digital é fazer com que o consumidor vá até as referências publicitárias da empresa, dispersas nas mídias sociais.  Isso estabelece um vínculo com o consumidor.

Passou ainda para a platéia o case integrado da Heineken (conectando o consumidor ao futebol da liga européia, via celular e tablet). A C&A no Brasil, no shopping Iguatemi, também realizou uma ação digital via facebook onde os consumidores acessavam para ver nos cabides quais as roupas que mais gostavam para o dia das mães.

Maureen encerrou a palestra afirmando que “o digital não resolve um marketing ruim, apenas o amplifica”. Logo, todo o preparo e estruturação da ideia, aliados ao uso criativo dessas mídias é o que deve ser observado para o sucesso de uma campanha, seja ela on ou off-line.

 

2ª Palestra

Fabiano Cruz inicialmente agradeceu o convite e enfatizou sua satisfação com o projeto do ECOM e literalmente “vestiu” a camiseta do evento antes de subir ao palco. Reforçou que o meio digital é uma grande oportunidade para o mercado de trabalho hoje.

Mostrou números apontando 80 milhões de usuários da internet no Brasil (comparou a uma Alemanha dentro do país). 58% da população brasileira tem computador e está conectada. A expansão das linhas de celulares e tablets é uma informação de referência, uma tendência e vai mexer com o nosso mercado muito em breve, afirma Cruz. Acabou a partição da sociedade em classes (A, B, C e D) em termos de meio digital. O e-commerce vem crescendo grandiosamente, quase em progressão geométrica se comparado ao mercado comum que estamos acostumados.

Num toque de descontração, trouxe a lembrança do desenho animado dos Jetsons, famosos nos anos 80, onde a tecnologia nos parecia impossível.

Em razão disso, surge um novo consumidor. É preciso se atualizar com a digitalização, pois o mundo está mudando. Fabiano empolga-se ao dizer que “as telas estão em quase tudo!”. O universo está se tornando touch-screen. Há geladeiras interativas com o consumidor que avisa que o leite acabou e indica onde há a promoção mais próxima e aguarda o OK para inicializar a compra. Tênis que interagem com celular e com a internet…coisas antes não imaginadas.

Como profissionais de comunicação, podemos nos antecipar às necessidades do consumidor apenas consultando e interagindo nas redes sociais.

O facebook, assim como o google, já é sinônimo de internet. A forma de armazenamento das informações também está alterando. As redes sociais são meios de aumento de consumo de mídia, aumento de audiência, aumento de lembrança de marca.

Fabiano mostrou algumas ações digitais veiculadas na mídia, como a da Hellmann’s que traz receita na nota fiscal do mercado, e conforme a compra registrada na nota fiscal, apresentava opções de receita disponibilizada direto no verso da nota.

Outra ação mediante o desenvolvimento de um aplicativo para as redes sociais: o Boticário lançou um “caderno de afinidades” (BFF), onde uma consumidora respondia algumas perguntas e chamava amigas para o mesmo, e o aplicativo fazia um ranking das melhores amigas, oportunizando sugestões de presentes de perfumes do próprio O Boticário.

A Mercedes-Benz lançou um aplicativo de localizador de vagas, ou seja, o sensor de estacionamento do carro criou um serviço para localizar vagas em ruas pelas quais circulava e avisava pelo twitter.

O vivenciar uma ação dessa natureza faz com que o consumidor grave, relembre, se envolva, isso rende muito ‘buzz’, torna-se um viral, e viral não tem forma!

A projeção holográfica é outro grande recurso digital que será muito utilizado (Fabiano citou o caso do rapper Tupac presente por holograma no show do Snop Dogg – que foi matéria do Fantástico domingos atrás).

Fabiano encerrou a palestra afirmando que o meio digital é o meio do futuro!

 

Acompanhe aqui os vídeos do Momento ECOM que veiculam diariamente com os flashes do evento na RIC TV Record Blumenau:

Programação

No dia de amanhã, 24/05, a palestra de encerramento fica a cargo de Carlos Righi, Diretor da Fulano Filmes, que falará sobre o tema “Da Criação à Produção”.

Maureen Gonzales: diretora digital da Lew Lara\TBWA

 

Palestra Maureen Gonzales

 

Fabiano Cruz: Diretor da House Cricket

 

Entrega do presente aos palestrantes

 

Palestra de Fabiano Cruz

 

Movimentação dos stands dos patrocinadores

 

Camiseta com QR Code bombando no ECOM

 

 

 

 

Texto: Mauro Celso de Aguiar 

Revisão: Márcia Annuseck

Fotos: Felipe Colvara

2a noite do ECOM traz o palestrante internacional Dado Schneider com a inusitada palestra muda!

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral | Deixe seu comentário  


O palestrante internacional Dado Schneider – recorde de público e crítica no último Festival Mundial de Publicidade de Gramado – trouxe nesta terça-feira a palestra muda “O consumidor muda! A palestra muda!”, com uma inusitada, instigante e eficaz forma de abordar o comportamento do consumidor nos dias de hoje.

Sobre o palestrante

Dado Schneider é graduado em Comunicação e pós-graduado em Marketing pela UFRGS. Mestre e Doutor em Comunicação pela PUCRS. Como Professor de Marketing e Comunicação, são mais de 24 anos de experiência em instituições como UFRGS, PUCRS UNISINOS UNIFACS, Universidade Fernando Pessoa (Portugal) e, hoje, no MBA e Pós-Graduação da ESPM/RS. Mais de 30 anos de experiência em marketing e comunicação em empresas como Claro, DM9, RBS, MPM, Propeg, Ogilvy, Escala, Paim, entre outros. Consultor de Comunicação de Vendas desde 2002. Principais clientes nos últimos 4 anos: Dell, Avon, Colombo, Pfizer, Stihl, Royal Canin, IIR, Grupo RBS, Unimed, Intelig, SAP, Amcham, NET, ACSP, FIERGS, Zaffari/Bourbon, GKN Driveline, Blue Ville, SICREDI, GAFOR, SLC, entre outros.

A palestra

Dado dividiu a palestra em duas partes. A 1ª apenas com som e imagens, passando slides que substituíam sua fala e utilizando letras de músicas para fazer o púbico refletir, ao mesmo tempo em que aproveitam o embalo da  música alta que preenche os sentidos. Criou uma atmosfera com pouca luz e muito apelo visual e soundtrack.

Algumas mensagens deixadas nesta 1ª parte da palestra:

Sonho, estudo e muito trabalho para fazer a diferença: ser melhor do que a média. Tempo é tudo. E tempo a gente faz.

Trabalhar com prazer e fazer o que gosta para resultar em algo bom.

Vc precisa saber de tudo e conhecer o consumidor.

Daqui a 20 anos vamos entender o que acontece hoje, vai aumentar a velocidade da mudança. É necessário modernizar-se. Gente moderna é bem informada.

A grande disputa é “o novo” versus “o de novo”.

Estar um passo à frente – maturidade é não se apavorar com as surpresas da vida.

O mercado é um jogo de poker – profissionais, amadores e os sem noção (Os poker face).

A ética está deixada de lado, mas o futuro pertence aos éticos e bem preparados.

Sutilmente, Dado passa dicas à plateia e afirma que “a palestra tem uma dose a mais de forma que conteúdo e é isso o que atrai, que captura a atenção”.

No mesmo ritmo acelerado das músicas está a vida e o trabalho.

Estarmos interligados não significa estarmos mais próximos no mundo de hoje.

Compra-se status, informação, entretenimento e auto-estima.

Pautar a vida com uma conduta ética e humana, uma carreira promissora e, no caso dos profissionais da publicidade, entender o consumidor, ser agregador, ter amigos faz toda a diferença. É preciso colocar uma lente positiva e otimista para ver o mundo.

O destino-macro é definido por um Ser Superior, mas cada um faz o seu destino-micro.

2ª parte da palestra : o consumidor

Na segunda parte, Dado desconecta as imagens, desliga a música e pega o microfone. Faz então um pequeno relato de sua vida profissional. E consegue trançar essas experiências com as mensagens que deseja passar ao público.

Para Dado, pesquisar o consumidor é o ponto chave.

A nova geração está com muita sorte no mundo profissional de hoje, com nova economia, novas empresas, novos hábitos e novos profissionais, com mais abertura e mais oportunidades, principalmente pelo novo papel que o Brasil ocupa no cenário internacional.

Com muito bom humor, associado à inteligente forma de abordar os assuntos, Dado conquistou rapidamente a atenção da platéia.

A informação é essencial, e a integração ao mundo digital idem, pois a concorrência aumenta aceleradamente.

Dado traz novamente o conceito dos ‘sem-noção’ referido na 1ª parte e define como os fitoplancton (pessoas que não querem saber o que acontece no mundo, alheios às mudanças e embalados pela maré do momento).

Frisou à plateia que não há ninguém no teatro que nasceu neste século!  Somos a última geração que foi educada semelhantemente à educação da geração de Dado. O mundo vertical acabou. O mundo se horizontalizou.

Quem é diferente de verdade é quem nasceu neste século, pois estão muito mais avançados digitalmente.

A Geração Z (deste século) é mais multifacetada, mais multicanal.

Misturando experiências pessoais vividas no RS, Dado envolveu a platéia em momentos alternados de bom humor e seriedade, obtendo essa linha alternada e cativando totalmente a atenção do público.

Assim, construiu um quadro demonstrando que o século XX foi a época dos vínculos, ou seja, mantinha as tradições, os costumes, os mesmos hábitos, a estruturação de vínculos sólidos e duradouros, havia fidelidade (namorávamos e casávamos com pessoas, produtos e marcas). Já o século XXI é a era do ‘ficar’, ou seja, há diversas opções e tendemos a experimentar, arriscar, sem criar vínculo.

Dado relatou experiências de pesquisa de consumo a fim de descobrir qual o segredo dessa geração que apenas “fica” e não se vincula. Concluiu que o ponto X é que partem para novas sensações, novos hábitos, novos costumes, e isso aplicado a comportamento de consumo, é estar ‘fidelizado’ enquanto estiver bom apenas. Se não estiver bom, o consumidor muda de marca e pronto!

O consumidor hoje mudou. E se “o consumidor muda, a palestra muda!”.

Dado Schneider comprovou isso com a fantástica experiência de sua palestra.

Programação

Quarta-feira é o dia das palestras digitais, com os profissionais Maureen Gonzalez (Lew Lara\TBWA) e Fabiano Cruz (House Cricket), que abordarão o tema “Como o mercado digital está revolucionando a comunicação”. E o encerramento do encontro, no dia 24, fica a cargo de Tales Bahu, premiado criativo da agência África, que trará um tema um tanto quanto intrigante: “Como trabalhar em propaganda mesmo sendo criativo”.

Confira aqui o Momento ECOM que veicula na RIC TV Record de Blumenau:

Teatro lotado na 2a noite do ECOM

 

Palestra Dado Schneider

 

Prof. Deivi e o palestrante

 

Bastidores, momentos antes da palestra

 

Equipe de apoio_recepção evento

 

Espaço e galera da Brava

 

Espaço FIAT Rivel

 

Espaço Olho d'água

 

Galera da Polly Formaturas

 

Espaço Singular Comunicação

Texto: Mauro Celso de Aguiar

Revisão: Márcia Annuseck

Fotos: Felipe Colvara e Equipe NACOM

Abertura da 10ª edição do ECOM, na UNIASSELVI de Indaial, apresenta palestra do case Pepsi: “Pode Ser?” e lota o Teatro Da Vinci

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral | Deixe seu comentário  

A 10ª edição do ECOM da UNIASSELVI recebeu, na noite de 21 de maio, o brand planner da agência AlmapBBDO para a palestra em que aborda o case da Pepsi “Pode Ser?”, um dos cases publicitários mais comentados e discutidos da atualidade.

Sobre o palestrante

Valter Bombonato é brand planner da agência AlmapBBDO. Publicitário graduado pela ESPM/SP com especialização em Planejamento de Comunicação pela Miami Ad School. Possui mais de 10 anos de experiência em planejamento de comunicação. Ao longo da carreira trabalhou em consultorias de marketing e grandes agências como TBWA e AlmapBBDO, realizando trabalhos para marcas como Nissan, Pedigree, Chivas, Absolut , Haagen-Dazs , Caixa Econômica Federal, Eurofarma, Cerveja Antarctica, Original, Serra Malte, Cerveja Polar, Toddy, Quaker, Pepsi, H2OH!, Gatorade, GOL Linhas Aéreas, Varig e Audi. Atualmente é gerente senior de planejamento da agência AlmapBBDO, responsável pelo grupo de contas de bebidas da PepsiCo, grupo Gol Linhas Aéreas e Audi. Na área acadêmica, é professor do curso BootCamp de comunicação da Miami Ad School/SP e do curso Pocket de Planejamento de Comunicação da ESPM/SP. Foi premiado em 2011 no Effie Award – Categoria de bebidas e alimentos para PEPSI – e no Grand Effie Award – Estratégia mais eficaz de 2011 para PEPSI.

Abertura

Com uma prévia da Banda Ponto Trinta Rock n’ Blues, o coordenador do curso de Publicidade e Propaganda, Prof. Deivi Eduardo Oliari, abriu o evento enaltecendo a qualidade do curso de Publicidade e Propaganda da UNIASSELVI, agradecendo o apoio recebido de toda a instituição para a concretização desse 10º ECOM, em especial à equipe que integra o curso de Publicidade e Propaganda, bem como a presença dos acadêmicos, professores, egressos e profissionais que compareceram ao Teatro Da Vinci para prestigiar o evento.

Na sequência, o Prof. Ozinil de Souza, Pró-Reitor de Ensino da Instituição em Indaial, proferiu algumas palavras, enfatizando que “esse é o momento do aprendizado”, eque o decorrer da semana promete trazer a todos muito conhecimento e informação.

Palestra

Valter iniciou trazendo um rápido VT para situar a história do case da Pepsi. Por uma pesquisa feita pela agência, avaliou-se o mercado de refrigerantes, tendo a Coca-Cola sempre como uma referência de liderança.

A Pepsi, por sua vez, queria ampliar sua comunicação e aumentar sua freqüência de consumo.  O problema era a ‘consideração de marca’, ou seja, a lembrança da marca para o consumidor em momento de conforto. A Pepsi sempre veio rotulada como a 2ª marca.

Tudo isso fez com que se questionasse inclusive a fórmula da bebida, porém não apresentava rejeição nos testes cegos.

Para fazer a marca voltar a crescer, a agência partiu para o contato direto com os consumidores de Coca-Cola. A conclusão foi de que a Pepsi não tinha nada de sedutor, nenhum diferencial ao público consumidor em geral. Há uma histórica guerra das ‘colas’ e no Brasil a ‘briga’ não é equilibrada, dada a diferença de investimentos por cada uma das marcas. Logo, bater de frente não seria uma boa estratégia.

Assim, o primeiro passo foi assumir e reconhecer com humildade essa situação da marca no Brasil. O job da agência então foi trazer a curiosidade do consumidor de volta ao produto, a ver um lado positivo na ausência da Coca-Cola, e fazer com que o consumidor não saísse do mundo das ‘colas’, ou seja, mantê-lo no mesmo segmento da bebida da marca.

A campanha não poderia ser só para lembrança (awareness), nem apenas reposicionar a marca. Era necessário entender a relação dos consumidores da Coca com a Pepsi.

A ideia disseminada no público consumidor, ainda mais considerando se for fiel à Coca, é que “ninguém sai de casa pensando em beber uma Pepsi”.

Aliado à humildade da marca (ao aceitar o segundo lugar no mercado), viu-se aí um insight, um espaço, uma brecha possível de ser trabalhada, sem bater de frente.

Veio a figura do garçon (que sempre oferece uma outra bebida, quando não há aquela que o cliente pede).

A agência ousou em fazer uma pesquisa de campo em bares de SP e Porto Alegre, onde clientes pediam Coca em bares que só vendiam Pepsi.  Valter trouxe alguns desse VTs e apresentou para o público do Teatro. Esse foi o grande ‘achado’ da campanha!

O vídeo mostrou os consumidores de coca insatisfeitos com a famosa pergunta dos garçons: “pode ser Pepsi?” e os consumidores da Pepsi indignados com a forma que a marca era tratada pelos garçons.

Segundo Valter “a Pepsi não está aqui para agradar todo mundo, mas ela usou esse artifício para recolocar a marca no Brasil”. O lado positivo do “pode ser”, aliado e aplicado à geração Millenials – 18-24 anos – com embasamento em diversos estudos de tendências no comportamento do consumidor, com valores como experimentação, diversidade e novidade,  fez com que a ALMAP desenvolvesse uma campanha que instigasse essa geração a fazer com a Pepsi o que eles já faziam nas ruas, do seu jeito.

O ponto da campanha era não procurar se colocar no lugar da Coca-Cola, mas sim buscar um conceito e espaço próprio. A ideia foi o da sensação diferente, ou seja, mostrar a verdade.

É a antilógica do marketing americano, ou seja, não ocupar o espaço da Coca, não tratar o tema do ser o melhor, mas sim de ser diferente.

A questão foi o “perguntar ao invés de afirmar”: Já pensou que o pode ser pode ser muito bom?  Essa pergunta instiga a nova geração a experimentar, a arriscar e responder por si mesma. O diferente pode ser algo surpreendente.

Embasado nesse conceito, foi feita a campanha e a partir de uma ideia, surgiram diversas peças com muito bom humor.

Valter passou vários VTs da campanha, que transformou esse bordão do “pode ser” em algo simpático e aprazível, sendo assim difundido entre o público.

Foram utilizadas personalidades do momento em PDVs em SP na mesma linha da campanha em VTs, a fim de reforçar o conceito da marca.

Valter apresentou os resultados da campanha, com dados de mercado que mostram o crescimento de share da marca Pepsi.

A campanha também teve reflexo no índice de preferência e conseguiu fazer com que a marca fosse revitalizada e voltasse a ser objeto de comentários positivos, ou seja, uma campanha de resultado, que rendeu o prêmio da Effie Awards para a agência.

Confira aqui o vídeo do Momento ECOM que veicula na RIC TV Record Blumenau:

Créditos:

Texto: Mauro Celso de Aguiar 

Revisão: Márcia Annuseck

Fotos: Felipe Colvara e Equipe NACOM

Campanha Pepsi, pode ser?

 

Teatro lotado na 1a noite do ECOM

 

Valter Bombonato apresentando o case Pepsi, Pode ser?

Prof. Ozinil, Pró Reitor de Ensino, na abertura do ECOM

 

Prof. Deivi, Coordenador do Curso, na abertura do ECOM

 

Banda Ponto Trinta abrindo o evento

 

Momento ECOM_RIC TV Record Blumenau

VT ECOM 2012

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral, Videos | Deixe seu comentário  

Assistam aqui, em primeira mão, o VT do ECOM que está rolando na RIC TV Record Blumenau, com a direção do nosso super Prof. Elvys Sewald!

 

ECOM 3.0_De 21 a 24 de maio

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral | Deixe seu comentário  

Acadêmicos e egressos do Curso PEP UNIASSELVI são premiados no Festival de Cinema de Blumenau

Postado em by Prof Márcia em Geral, Prêmios, Videos | Deixe seu comentário  

Os videoclipes “Hei menina” e “Sem olhar pra trás” foram premiados, com empate técnico, no 1o Festival de Cinema de Blumenau, realizado entre os dias 22 e 27 de abril no Teatro Carlos Gomes, em Blumenau.

O clipe “Hei menina”, produzido em parceria com a banda Costeletas, foi dirigido pelo egresso Gabriel Garcia (Fábrica de Cinema) com direção de fotografia do acadêmico Raphael Stuy e participação do egresso Fernando Ávila e do acadêmico Luis Fuck, além de vários profissionais liberais. Ao todo, foram 4 meses de captação de imagens e mais 2 meses de edição e pós produção. O clipe já pode ser conferido na página da Fábrica: www.fabricadecinema.com, veja também os bastidores da gravação:

 

“Sem olhar pra trás”, o clipe da banda Kairos, foi dirigido pelo acadêmico Luiz Côrrea. Luiz, que cursa o 5o semestre do curso, fez sozinho toda a direção de cena, fotografia, filmagem e edição. A produção levou um mês e meio, tendo como cenário a praia de Tramandaí, no Rio Grande do Sul. “ O curso de Publicidade da UNIASSELVI proporcionou uma visão e linguagem que eu não tinha. As disciplinas de fotografia e semiótica foram importantíssimas e contribuíram na construção de uma base criativa, onde tudo possui significado”, explica o acadêmico. Confira aqui o resultado:

 

Para o coordenador do curso, Prof. Deivi, “é um orgulho ver nossos acadêmicos e egressos em destaque no mercado, com trabalhos de alto padrão de qualidade. É o princípio da instituição (Não basta saber, é preciso saber fazer) acontecendo na prática”.

 

O FESTIVAL

O 1º Festival de Cinema de Blumenau foi realizado de 22 a 27 de abril de 2012 no Teatro Carlos Gomes.

Durante os seis dias de duração foi apresentada uma programação abrangente e gratuita, com seleções variadas, trabalhos inovadores e representativos da produção catarinense e nacional. Além de mobilizar a comunidade ao acesso de espaços e produções culturais, o evento teve como objetivo valorizar a memória e história viva do cinema blumenauense.

 

MOSTRA DE VIDEOCLIPES CATARINENSES | Júri Jovem

HEI MENINA

Artista: Banda Costeletas. Rio do Sul (SC). Dirigido por Gabriel Garcia. 2011.

SEM OLHAR PRA TRÁS

Artista: Kairos. Tramandaí (RS). Dirigido por Luiz Côrrea. 2011.

Fonte premiação: http://www.festivaldeblumenau.com.br/site/noticia_interna.php?id=17

 

 

 

ECOM 3.0_Loading…

Postado em by Prof Márcia em Eventos, Geral | Deixe seu comentário  

Galera da PEP UNIASSELVI!

Estamos a milhão com mais uma super edição do ECOM para vocês com palestras e conteúdos “power”.

Agende-se e ative seu QR Code_de 21 a 24 de maio.

+ INFO: www.pepuniasselvi.com.br/ecom

 

 

PEP 17 em visita à Lince Produtora

Postado em by Prof Márcia em Geral, Visitas técnicas | Deixe seu comentário  

Alunos da PEP 17 visitaram a Lince Produtora em Blumenau, onde tiveram contato com vários tipos de câmera – com abordagem da analógica e digital – e conheceram toda estrutura de uma grande produtora de vídeo. Os alunos conheceram de perto os equipamentos utilizados para movimentação das câmeras, steady cam, grua, traveling, slider e diferentes modelos de tripé e refletores.

 

 

 

 

 

O Prof. Elvys Sewald, responsável pela visita técnica, reforça que “o contato com profissionais com experiência é muito importante para os acadêmicos, trazendo conhecimento e interesse por diferentes profissões no mercado publicitário”.